Overwatch Contenders – BGH na final

Hoje, (28/04) rolou a semifinal da Overwatch Contenders.

Os reis da Brasil Gaming House contra a galera a Nocturns Gaming.

(Puxo o saco da BGH mesmo, não gostou me processa fofa!)

O primeiro mapa escolhido para o combate foi Oasis, a escolha do primeiro mapa era direito da BGH e uma curiosidade é que até então o time ainda não havia jogado neste mapa durante a Contenders.

Apesar do primeiro mapa ter ficado para a Nocturns, que se saiu muito bem na defesa e segurou o máximo que pode até conseguir levar, a BGH deu show enquanto fazia seu ataque no segundo mapa.

Nos 99% para a BGH, a Nocturns falhou em deixar o Alemão (suporte da BGH) livre e ele acabou salvando a equipe pelo menos duas vezes usando a transcendência do Zenyatta.

O segundo mapa foi escolhido pela Nocturns, Hollywood foi a escolha efetuada e a curiosidade aqui é que ambos os times estavam invictos neste mapa.

A BGH acabou perdendo sua invencibilidade nele, mas claro que ainda tinha muito jogo pela frente.

Apesar da BGH não ter permitido que a Nocturns ao menos fizesse a captura do primeiro objetivo do mapa,(o que nos deixou muito otimistas em relação ao resultado do round) a Nocturns não deixou por menos e fez uma excelente defesa impedindo que a BGH também fizesse essa captura e consequentemente nenhum dos times fez a escolta da carga.

brasilgaminghouse-bgh-contenders-overwatch-blizzard-cojanooverwatch-alemao-dudu-blizzard

O terceiro mapa escolhido foi Colônia Lunar Horizon, devido ao placar neste momento estar em 1 a 1, muita gente nem sabia mais o que esperar.

A BGH veio com uma composição bem básica, o famoso 2-2-2. Liko como já era de se esperar trouxe seu tão famoso Genji e Dudu sua incrível Tracer.

A Nocturns conseguiu capturar o primeiro ponto, porém teve que usar tudo o que tinha pra isso e assim não conseguiram puxar o tão desejado efeito “snow ball”.

Sem dúvidas o time da BGH brilhou muito no segundo ponto, mas o que o Dudu (DPS) fez foi absurdo.

O feed de eliminações estava tomado por ele, eram sequências absurdas de eliminações ao ponto de em certos momentos o chat da stream torcia fortemente por ele.

brasilgaminghouse-bgh-contenders-overwatch-blizzard-cojanooverwatch-alemao-dudu-blizzard-dudu-educardomacedo-tracer

No ataque a BGH simplesmente passou a rasteira na Nocturns e acabou com tudo muito rápido mostrando que realmente não está disposta a perder sua invencibilidade em mapas de assalto.

Junkertown foi o terceiro mapa escolhido, 3 pontos de escoltas obtidos, Honorato em chamas de Roadhog no final da partida, Alemão colaborou muito para emplacar um dano massivo em cima da Nocturns de Bastion e o alívio finalmente começava a chegar nos “coraçõeszinhos” dos torcedores da BGH (inclusive no meu rs!)

Com a Nocturns no ataque, o desafio para a BGH era tirar o Bastion controlado pelo Cougar de cima da carga e claro levar a Orisa do Xravaged junto.

Dehzinho com certeza conseguiu fazer a diferença por ser a única Mercy da partida, enquanto a Nocturns sempre tinha que voltar do respawn, o Dehzinho sempre estava colocando um jogador da BGH de volta na figth utilizando suas habilidades, dando uma vantagem imensa pra BGH.

Mas acho que nada nessa partida inteira nada foi tão incrível quanto a lâmina do dragão do Genji do Liko na reta final de Junkertown.

brasilgaminghouse-bgh-contenders-overwatch-blizzard-cojanooverwatch-alemao-dudu-blizzard-liko-dudu-jogadafinal

Sim, chegamos a acreditar que a Nocturns ia conseguir entregar a carga no terceiro ponto, mas o Liko disse que hoje não!

Uma suprema, um quadra kill e ainda um meka perdido.

O Resultado não poderia ser diferente, BGH está na final da Overwatch Contenders!

Quer saber tudo sobre os jogadores do time? Confira nossa série Conheça o jogador, nas últimas semanas tivemos as edições do Alemão e do Dudu e na próxima semana tem mais!

Até a final!